top of page

Expedição TRANSMANTIQUEIRA (part-2)

Atualizado: 6 de set. de 2023

DIA 02 O segundo dia da expedição começou um pouco mais frio, com a cidade mais alta do Brasil registrando cerca de 10ºC ao amanhecer. No entanto, a previsão do tempo para os próximos dias era animadora, com 0% de chance de chuva e temperaturas agradáveis. Escolher o período adequado para essa expedição é fundamental para o sucesso, sendo ideal realizar entre os meses de maio e agosto, quando a região da Mantiqueira apresenta menor incidência de chuvas.


Pousada Dom Alfredo - Campos do Jordão-SP
Pousada Dom Alfredo - Campos do Jordão-SP

Partindo de Campos do Jordão/SP, atravessamos o Parque Estadual de Campos do Jordão, um trecho bastante off-road, com erosões e lama, mas de uma beleza singular, atravessando túneis de mata atlântica e florestas de Araucárias. Percorremos aproximadamente 30 km por uma área de fazendas até chegarmos ao topo da serra de Piquete/SP, onde visitamos o Balanço do Infinito, um mirante deslumbrante onde fizemos uma parada para contemplar toda a cadeia de montanhas da Mantiqueira, como o maciço dos Marins e Itatiaia. Prosseguindo viagem por estradas de terra e alguns breves trechos de ligação asfaltada, contornamos de perto o Pico dos Marins (2421m), já sentindo a energia e a imponência da montanha em toda a sua beleza.


Maciço dos Marins em Piquete
Visual do maciço dos Marins em Piquete e também de Itatiaia.

A viagem seguiu por trechos rurais dos municípios de Virginia/MG e Marmelópolis/MG, com uma rápida parada para visitar uma bela cachoeira, percorrendo mais alguns quilômetros até chegarmos ao destino do dia: a cidade de Passa Quatro/MG. Percorremos um total de 140 km em aproximadamente 7 horas e 23 minutos, com um ganho de altitude acumulado de 3.335m.


Cachoeira dos Padres - Virginia-MG
Cachoeira dos Padres - Virginia-MG

DIA 03 O terceiro dia da expedição era aguardado com grande expectativa pelo grupo, pois alcançaríamos o ponto mais alto do Brasil de moto na BR485, localizada dentro do Parque Nacional de Itatiaia, no estado do Rio de Janeiro. O dia começou com uma vista incrível da Serra Fina, um maciço rochoso localizado em Passa Quatro/MG, que possui um dos maiores desníveis topográficos do país, com mais de 2200 metros, desde o topo da Pedra da Mina (2798m) até a base da serra, no lado paulista, no vale do Paraíba.


Entrada do Parque Nacional de Itatiaia-RJ | Posto  do Marcão. 2450m | BR485
Entrada do Parque Nacional de Itatiaia-RJ | Posto do Marcão. 2450m | BR485

Após passar por Itamonte/MG para abastecer as motos, seguimos diretamente para a entrada do Parque Nacional de Itatiaia. Com um céu azul sem nuvens, era possível contemplar toda a grandiosidade da Mantiqueira. Recebemos autorização para entrar no parque pilotando as motos, contornando o Pico das Agulhas Negras (2790m) até alcançarmos o ponto mais alto da BR485, onde o GPS marcou 2561m de altitude. Uma curiosidade é que, no mês de maio, é comum encontrar acampamentos do Exército Brasileiro no local, realizando treinamento com os cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras.


Agulhas Negras PNI
Agulhas Negras

Após sairmos do Parque Nacional de Itatiaia, continuamos nossa viagem, passando por outras cachoeiras que faziam parte do roteiro do Caminho dos Anjos, nas Terras Altas da Mantiqueira. Essa é outra rota de peregrinação que atravessa os municípios de Alagoa/MG, conhecida por seu famoso queijo, Airuoca/MG, contornando o Parque Estadual da Serra do Papagaio, e Baependi/MG. O dia terminou em Caxambu/MG, após percorrermos cerca de 200 km em aproximadamente 9 horas, com um ganho de altitude acumulado de 6.434m.


Caminho dos Anjos
Em algum ponto do Caminho dos Anjos

22 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page